Tabula Rasa

Março 10 2009

Interrompi a tarde de trabalho para ir a uma missa, pelo aniversário da morte da minha Avó. Não costumo frequentar a Igreja, ou melhor, vou até com muita frequência a igrejas (que adoro e que considero serem um local de reflexão e de encontro de paz por excelência), mas muito raramente assisto a missas. Com excepção de casamentos (cada vez mais raros), de baptizados (poucos) e funerais (infelizmente, cada vez mais) só vou às missas por intenção dos meus avós, porque sei que para eles isso era muito importante.

Hoje fui, e gostei de ir. Gostei mesmo muito de ir! E gostei de ouvir a homilia, em que se falou de esperança e de crença no futuro. Saí de lá reconfortada. Por momentos deixei de pensar em falências, política, crise e economia.

 

Adenda: Depois fui aqui, onde se fala sobre o caso da menina de 9 anos violada pelo padrasto e que, estando grávida, abortou e foi excomungada, e o encantamento perdeu-se. E lembrei-me porque é que tantas vezes estou de costas voltadas para uma Igreja que não pode, de todo, ser a minha.

publicado por Cristina às 19:32

A nossa crença em algo superior, seja Deus (e qualquer que seja, desde que seja o nosso), a Natureza ou as forças da fisica que regem o universo, são, num grande numero de vezes, o nosso refugio para pensarmos que ha algo de muito melhor do que aquilo que nos rodeia. Assim, dissocio, em pleno, a crença em algo, e a capacidade que o homem tem em deturpar essa mesma não-realidade-reconfortante num conjunto de edificios de "praguejamento" e de julgamento do proximo com base em dogmas teorizados por alguém que, pura e simplesmente, nunca existiu, nem sequer em pseudonimo.
Também eu, minha amiga, tenho as minhas crenças e devoções em alguma entidade superior mas, infelizmente, tenho pouca crença no homem...

Desculpa a falta de acentos, mas ja sabes o motivo.
Um abraço especial, com saudade, num dia que foi, para ti, de lembranças,

FNY
FNY a 10 de Março de 2009 às 22:35

Obrigada, meu querido amigo.
As tuas palavras fizeram-me recordar a última vez em que estivemos os dois numa igreja e saímos quase a correr...
Cristina a 11 de Março de 2009 às 12:44

Tenho pena que esse seu encantamento não tenha durado mais tempo... Porque às vezes sabe bem sermos surpreendidos... até cairmos na realidade...
A aventura dos sentidos a 11 de Março de 2009 às 09:20

É verdade, foi uma tarde complicada ao nível das emoções...
Cristina a 11 de Março de 2009 às 12:45

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
16
18

25
27

29


pesquisar
 
blogs SAPO