Tabula Rasa

Março 03 2009

Hoje vou dar início a um tema que me é muito querido: as minhas terras.

Se é certo que todos temos uma terra que nos viu nascer e na qual crescemos, à qual estão ligadas as memórias de infância e onde consideramos estarem as nossas origens e referências eu, como não podia deixar de ser, sou diferente e tenho não uma, nem duas, mas três terras que marcaram de forma profunda os meus primeiros anos de vida.
Começo pelo fim, pela última terra. Pela terra onde cresci, onde vivi mais tempo e à qual regressei há poucos anos. E começo por uma apresentação absolutamente formal, com a descrição das armas da cidade de Esposende.
 

 

 

Brasão: escudo de azul, imagem de Santa Maria dos Anjos vestida de branco, com manto esvoaçante a azul, todo o vulto nimbado de ouro e acompanhado de cinco estrelas do mesmo em auréola. Em ponta, um navio de três mastros de negro vestido e realçado a prata, encordoado de negro, vogante sobre um pé de água de prata. Coroa mural de prata de cinco torres. Listel branco com a legenda a negro, em maiúsculas «ESPOSENDE».

Brasão: esc
publicado por Cristina às 14:45

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
16
18

25
27

29


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO