Tabula Rasa

Março 19 2009

No próximo dia 21 é o dia mundial da poesia!

Para celebrar a data, pensei em fazer um post com um poema (mas que original que eu estou, não é???). No entanto, deparei-me com um problema grave: não consegui eleger um poema...ou melhor O Poema!

Por isso, lanço um desafio aos meus visitantes, o de escolherem e me enviarem um poema da vossa preferência a fim de ser aqui publicado para, deste modo, fazer-mos em conjunto, uma pequenina festa da poesia poupando-me, assim, à angustia da escolha!!!

publicado por Cristina às 18:37

Vamos lá contribuir.....

" A vida é uma oportunidade, aproveita-a
A vida é beleza, admira-a
A vida é beatificação, saborei-a
A vida é sonho,torna-a realidade
A vida é um desafio, enfrenta-o
A vida é um dever,cumpre-o
A vida é um jogo, joga-o
A vida é preciosa, cuida-a
A vida é riqueza, conserva-a
a vida é amor,goza-a
A vida é um mistério, desvela-o
A vida é promessa,cumpre-a
A vida é tristeza,supera-a
A vida é um hino, canta-o
A vida é um combate, aceita-o
Avida é tragédia, domina-a
A vida é aventura, afronta-a
A vida é felicidade,merece-a
A vida é a VIDA, DEFEND-A

(Madre Teresa de Calcutá).......(cobra)
Anónimo a 20 de Março de 2009 às 13:07

Obrigada, Cobra, amanhã será publicado! :-)
Cristina a 20 de Março de 2009 às 13:47

Não me peças palavras, nem baladas,
Nem expressões, nem alma...Abre-me o seio,
Deixa cair as pálpebras pesadas,
E entre os seios me apertes sem receio.

Na tua boca sob a minha, ao meio,
Nossas línguas se busquem, desvairadas...
E que os meus flancos nus vibrem no enleio
Das tuas pernas ágeis e delgadas.

E em duas bocas uma língua..., - unidos,
Nós trocaremos beijos e gemidos,
Sentindo o nosso sangue misturar-se.

Depois... - abre os teus olhos, minha amada!
Enterra-os bem nos meus; não digas nada...
Deixa a Vida exprimir-se sem disfarce!

José Régio
A aventura dos sentidos a 21 de Março de 2009 às 15:07

Muito obrigada, uma escolha muito bonita! :-)
Cristina a 23 de Março de 2009 às 16:00

De nada... Obrigada eu, por o ter publicado...
A aventura dos sentidos a 23 de Março de 2009 às 16:02

Bonita iniciativa, Cristina. Não se esqueça de também colocar um poema de sua escolha:)) Eu tenho dificuldadena decisão.
Eugénio de Andrade, David M ferreira, ´Cecília Meireles, Pessoa, tantos e tantos só para falar dos portugueses. Ainda bem:))
Mia a 23 de Março de 2009 às 14:29

Falta a sua escolha, Mia!
Cristina a 23 de Março de 2009 às 15:59

Escolho este, de que gosto muito.
Bebido o luar

Bebido o luar, ébrios de horizontes,
Julgamos que viver era abraçar
O rumor dos pinhais, o azul dos montes
E todos os jardins verdes do mar.


Mas solitários somos e passamos,
Não são nossos os frutos nem as flores,
O céu e o mar apagam-se exteriores
E tornam-se os fantasmas que sonhamos.


Por que jardins que nós não colheremos,
Límpidos nas auroras a nascer,
Por que o céu e o mar se não seremos
Nunca os deuses capazes de os viver.



Sophia de Mello Breyner Andresen

Mia a 23 de Março de 2009 às 21:36

Muito obrigada, Mia!
Cristina a 23 de Março de 2009 às 23:41

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
16
18

25
27

29


pesquisar
 
blogs SAPO